Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2008

Há quem diga...

... que as pessoas não mudam. Mas eu, (in)felizmente, acredito que o amor que damos pode fazer com que os outros queiram mudar... pode fazer com que os outros mudem!!!

publicado por penso_logo_existo às 12:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2007

Prioridades

Não fico chateada... fico, talvez, triste... porque não me sinto prioridade tua... porque não posso competir com o que tu achas que é mais importante... porque o que é mais importante para ti não tem qualquer significado a não ser material... porque mesmo que quisesse não quero que escolhas entre mim e isso... porque escolher seria tirar todo o mérito (modéstia à parte) à minha pessoa... Então... por muitos meses que já tenham passado entre nós... o fio que nos liga é sempre muito fino... e tenho sempre a sensação que vai rebentar a qualquer momento... porque eu própria não tenho capacidade, sozinha, de tornar tudo isto mais forte, mais seguro, maior, mais intenso, mais credivel... porque o lugar que eu ocupo continua a ser o mesmo no patamar da tua vida!

publicado por penso_logo_existo às 14:43
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

Infelizmente...

... ou felizmente sou assim. Tenho um limite para a dor, tenho um limite para dar os meus 100%, tenho um limite para aceitar incondicionalmente os defeitos, os gestos menos agrádáveis, as palavras mais cruas e dolorosas, tenho um limite para acreditar no outro... Isto para dizer que constatei durante esta semana, depois daquela noite, que o meu coração já não está igual, que a saudade já não é maior que a minha alma, que desta vez não consigo esquecer, tão facilmente como as outras vezes, aquela noite. Porque não faz sentido viver no medo, na insegurança... porque, para além de não fazer sentido... eu não consigo... não consigo mesmo. E por muito que não acredites, eu dei o melhor de mim e... quero acreditar que também tenhas dado o melhor de ti... julgo é que, num espaço tão curto de tempo... conseguimos também dar o pior de nós mesmos.

publicado por penso_logo_existo às 10:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

Queria eu...

...ter tanta facilidade para falar como tenho para escrever!

 Queria ser capaz de lidar tão bem com as palavras ditas e ouvidas como tenho para lidar com elas escritas... não sei porquê esta dificuldade... talvez tenha medo de mostrar que realmente sou frágil, insegura por vezes, que as coisas me tocam, me comovem, me deixam tantas vezes à deriva... então coloco pedras nas palavras como se isso fizesse de mim uma mulher forte. Sou assim para as pessoas que me amam e para aquelas de quem eu gosto tanto que, o medo de as perder ou de elas me magoarem é tão grande que adoptei esta defesa. Não sei de onde vem este medo tão grande de sofrer... nem sei tão pouco se existem motivos para todo este medo... medo este que, ao invés de não me deixar sofrer, ainda me faz sofrer mais porque, nem sempre digo o que sinto, nem sempre o digo da melhor forma, as palavras não saiem e não consigo explicar o que estou a sentir... às vezes parece que digo o contrário do que estou a sentir... Como é óbvio isso não faz de mim uma pessoa imune às coisas que doiem (longe disso), como é óbvio isso não faz com que eu não me ligue às pesoas maravilhosas que encontro e me encontram nestam caminhada da vida, como é óbvio não quero ficar só nem acreditar que não preciso das pessoas... é mentira.

Queria eu ter tanta facilidade para falar como tenho para escrever!

publicado por penso_logo_existo às 15:58
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

Tentei...

... fugir de ti... ficar dias sem te ver, sem nada te dizer, sem o teu cheiro, sem a tua voz e... não consigo. Embededas-me de tal maneira... deixas-me tonta quando carinhosamente me dás a mão, te aproximas e me beijas na boca, quando me olhas com aqueles olhos verdes de pestanas grandes, quando me apertas nos teus braços... E nem sei para quê fugir... que assim seja... cada dia um dia... porque é tão bom estar apaixonada mesmo correndo o risco de saber que tudo morre... que até o amor morre mesmo quando não queremos matá-lo.

publicado por penso_logo_existo às 14:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 6 de Novembro de 2007

E só eu sei....

... o que me doeu bater aquela porta atrás de mim sem um beijo da tua boca.

E só eu sei o que me doeu ter deixado para trás as noites de amor, o calor do teu corpo, os copos no chão da tua casa, as beatas no cinzeiro, o cheiro de nós dois, os teus olhos no fundo dos meus olhos, as tuas mãos nas minhas mãos, as tuas sardas, as tuas costas, o teu "bom dia", a tua música, Tomar, Alcobaça, Vila Nova de Mil Fontes, fotografias tiradas e ainda não reveladas...

E só eu sei o que me doeu bater aquela porta atrás de mim sem um beijo da tua boca.

publicado por penso_logo_existo às 13:19
link do post | comentar | favorito

A sério para mim...

... é caminhar de mãos dádas na mesma direcção; é planear as férias de Verão, o Natal e a passagem de ano; é limpar a casa depressa no fim-de-semana para se aproveitar o resto do dia a fazer coisas que os dois gostam; é fazer, às vezes, coisas que não se gosta tanto mas que faz o outro feliz; é aceitar a família e os amigos do outro mesmo com todos os defeitos; é nos momentos maus saberem os dois levantar o outro; é nos momentos bons saberem e desejarem partilhá-los um com o outro; é contar as horas para ir para casa e voltar a estar junto do outro; é sonhar; é pensar o impossivel e torná-lo possível; é dar o nome aos filhos mesmo que eles não existam e dizer a rir: "- Vai ter os teus olhos e o  meu feitio."; é rir e chorar juntos; é ser-se amigo(a), companheiro(a), confidente,  amante...

A sério para mim é isto e... é diferente do que é a sério para ti!

publicado por penso_logo_existo às 13:00
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

E agora?

Como voltar atrás?

Cada vez gosto mais de beber do teu corpo, de fumar da tua boca, de estar dentro de ti!!!

publicado por penso_logo_existo às 16:11
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Porque será...

... que tenho a sensação que o que queres de mim não sou eu mas sim aquilo que toda eu te faço lembrar e te aproxima da única mulher que eu julgo que amaste? Uma mulher com a qual, após ter aberto portas que não devia, encontrei semelhanças... semelhanças nas dores, nas palavras, nas dúvidas e até mesmo nos gestos.
Queria estar errada. Queria estar errada porque doi não nos amarem pelo o que somos mas pelo o que fazemos lembrar... e eu sinto sempre a presença dessa mulher entre nós. Não sei explicar mas... sinto sempre a presença dessa mulher!

publicado por penso_logo_existo às 16:56
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

Estou cansada!

Pior do que constatar que não vivi a maior parte das loucuras de uma adolescência vulgar, é ter a certeza que envelheci e envelheço cada vez mais rápido.

E pesa-se na balança o que foi feito e o que nunca se fez em prol da aprovação, da perfeição, da ética, da educação, dos valores, da família e chega-se à conclusão que de nada valeu... Para nós é sempre muito... para os outros nunca chega!!!

 

 

publicado por penso_logo_existo às 12:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

eu

encontrar neste blog

 

Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

pensamentos recentes

Há quem diga...

Prioridades

Infelizmente...

Queria eu...

Tentei...

E só eu sei....

A sério para mim...

E agora?

Porque será...

Estou cansada!

pensamentos arquivados

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

links


Free Hit Counter
blogs SAPO

subscrever feeds